Apenas 5,6% da população mundial está vacinada: o que está mais próximo, a vacinação plena ou um tratamento?

Apenas 5,6% da população mundial está vacinada: o que está mais próximo, a vacinação plena ou um tratamento? - Local Confiável

O processo de imunização contra o coronavírus ainda pode demorar. Pouco mais de seis meses depois do início da vacinação pelo mundo, apenas 5,6% da população mundial recebeu as duas doses necessárias para a imunização plena. Esse dado reforça que mesmo com a vacina, cumprir os protocolos higiene é essencial para prevenir a disseminação do coronavírus.

No Brasil, até o momento, foram aplicadas 68,5 milhões de vacinas, somando o total de primeiras e segundas doses. A população adulta que tomou apenas uma dose da vacina corresponde a cerca de 20% dos brasileiros, número ainda insuficiente para conter a pandemia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que pelo menos 80% da população de um país precisa ser vacinada para se estabilizar o contágio da doença.

Embora cientistas estejam testando medicações alternativas para o tratamento da covid-19, a estratégia de imunização mundialmente utilizada neste momento é a vacinação, que visa atingir a imunidade coletiva. Nesta, uma grande parcela das pessoas se torna imune por desenvolver anticorpos, ea população vacinada age como uma barreira contra o vírus, protegendo todos, inclusive os não imunizados.

É preciso manter os cuidados mesmo após a vacina contra a covid-19

A vacina contra a covid-19 é a melhor maneira de combater a pandemia. Para isso, é necessário que a maioria das pessoas tenha sido imunizada – o que ainda deve demorar para acontecer. No entanto, mesmo quem já foi vacinado pode estar conduzindo o vírus e o disseminando por contato.

Na atualidade não há estudos conclusivos sobre barrar completamente a transmissão do coronavírus, mesmo com parte significativa da população vacinada. Portanto a melhor forma de reduzir o contágio da doença ainda é manter as medidas de distanciamento social e utilizar máscara em locais públicos.

O monitoramento das práticas de higiene é essencial

comércio Local Confiável

Enquanto o Brasil está se organizando para imunizar a população geral, ter o controle das práticas de higiene em estabelecimentos ainda é a melhor maneira de proteger as pessoas.

Por isso, a Certificação Local Confiável atua para ajudar empresas a se adequarem às novas normas e parâmetros de sanitização. Em uma plataforma amigável, a startup oferece a emissão de relatórios personalizados que listam as conformidades de práticas sanitárias às recomendações da OMS, da legislação local ou do segmento correspondente.

A tecnologia QR Code permite que clientes e colaboradores facilmente acessem e visualizem as medidas adotadas pela empresa. Além disso, eles podem reportar anonimamente possíveis irregularidades.

Ao investir nessa plataforma de controle, você reduz o risco de contaminação de covid-19 e outras doenças, protege a saúde de todos e favorece a retomada segura do comércio. Saiba mais sobre a Local Confiável acessando o site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *