Seguindo as grandes capitais, Curitiba retorna à bandeira amarela

Seguindo as grandes capitais, Curitiba retorna à bandeira amarela - Local Confiável

Curitiba apresentou melhoria nos indicadores da pandemia de covid-19. Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou nesta segunda-feira (17/08) um novo decreto que determina a mudança de bandeira laranja, que significa risco médio para a covid-19, para a bandeira amarela, que significa alerta. As mudanças constam no Decreto Municipal nº 1.080 e começam a valer já nesta terça-feira (18/08).

Indicadores da pandemia

O Comitê de Técnica e Ética Médica, comandado pela Secretaria Municipal de Saúde, realizou uma avaliação que identificou melhoria nos nove indicadores, entre os quais estão, por exemplo, o número de internações de pacientes com covid-19 em UTIs e os números de casos e óbitos. Nas duas primeiras semanas de agosto houve redução de 20% no número de casos confirmados de pacientes infectados e de óbitos pela infecção.

Os números de casos e a capacidade de assistência, que são critérios utilizados pelo cálculo que indica a cor da bandeira, tiveram em Curitiba uma queda de 2,2 para 1,9 na média ponderada. Mesmo com a mudança, a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, lembra que essa medida não é definitiva, tudo depende do cenário da cidade.

Entenda o que muda

Curitiba - PR, Brazil - December 16, 2018: People at the sundays fair called Feira do Largo da Ordem at the historic downtown of Curitiba. Tourist place of the city.

Com a bandeira amarela, supermercados, padarias, mercearias, distribuidoras de bebidas, açougues, lojas de material de construção, concessionárias de veículos, escritórios em geral, salões de beleza, atividades de estética, academias de ginástica e serviços de banho e tosa de animais podem funcionar sem restrições de horários e dias.

Parques e praças reabrirão gradualmente conforme critérios definidos pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente; feiras livres e de artesanato abrem de segunda a sexta, sem restrição de horários; shopping centers podem funcionar todos os dias das 12h às 22h; galerias, centros comerciais e comércio de rua das 10h às 20h; já os bares, voltam a funcionar seguindo as mesmas normas de restaurantes e lanchonetes, das 6h às 23h, mas com a proibição de música ao vivo.

Todos os estabelecimentos devem seguir as normas da Resolução 01/2020, do Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social, além de protocolos específicos elaborados pela Vigilância Sanitária.

Mantenha os cuidados

Apesar da melhora nos indicadores da pandemia, o momento não é de relaxamento nos cuidados e o comércio deve permanecer em alerta para evitar uma nova intensificação de casos.

Confira abaixo as principais orientações que a Associação Comercial do Paraná disponibilizou para que comerciantes e a população em geral mantenham os cuidados:

– Evite aglomerações e deslocamentos desnecessários;

– Deixe álcool em gel sempre à disposição dos seus clientes;

– Observe sempre o distanciamento social de 1,5 m;

– Siga rigorosamente os horários de abertura impostos pelo Poder Público.

Segurança para os clientes

O Selo Local Confiável foi criado para garantir o monitoramento das boas práticas sanitárias, utilizando a tecnologia para a retomada segura do comércio. Os critérios a serem atendidos pelos estabelecimentos foram elaborados por profissionais experientes na área de auditoria e são personalizados para cada região do país, levando em conta os decretos expedidos pelos estados e municípios.

A certificação digital é realizada via QR Code e os certificados podem ser aplicados em locais visíveis do estabelecimento, permitindo que os clientes se sintam seguros para frequentar aquele local. Ficou interessado? Saiba mais por meio do site.

Leia mais: Polêmica em lei federal: uso de máscara é opcional em comércios, igrejas e indústrias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *