Segurança é um dos principais fatores para a retomada do comércio

Segurança é um dos principais fatores para a retomada do comércio - Local Confiável

Clientes buscam segurança para voltar a frequentar estabelecimentos.

A pandemia do novo coronavírus provocou muitas mudanças nos cotidianos das pessoas. Durante o período de isolamento social, estabelecimentos dos setores de comércio e de serviços deixaram de ser frequentados presencialmente. Em levantamento encomendado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e realizado pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) 46% dos entrevistados afirmam que, quando as atividades forem retomadas, vão reduzir a frequência do consumo em bares e restaurantes; 45% pretendem evitar ir constantemente a shopping centers, que em algumas cidades já voltaram a funcionar.

Os hábitos de consumo vêm se transformando durante o isolamento social. Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), as compras por meio de plataformas online aumentaram em 61%. Aparentemente, essa tendência pode manter-se ao longo de algum tempo. Confira algumas das possíveis mudanças visualizadas no período pós pandemia.

Mais conforto para compras online

Até então, muitas pessoas ainda tinham receio em comprar alguns produtos por meio de plataformas online. Com o fechamento temporário do comércio físico, adquirir produtos de modo online se tornou uma necessidade. Observa-se um aumento significativo nas compras feitas por aplicativos, bem como uma ampliação dos tipos de produtos adquiridos.

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) apontou um aumento, em relação a 2019, no consumo das categorias saúde (111%), supermercados (80%) e beleza e perfumaria (83%). Esses dados indicam que a população busca por categorias relacionadas às necessidades básicas do cotidiano e por itens para prevenção da covid-19.

Critérios de segurança e higiene

Com determinadas restrições, alguns estabelecimentos estão retomando o funcionamento; porém, muitas pessoas, apesar de desejarem, ainda se sentem inseguras para voltar a frequentar os locais, pois preocupam-se com o risco de serem infectadas pelo coronavírus.

Pesquisa realizada pela Galunion em parceria com o Instituto QualiBest afirma que na mudança dos hábitos pós-pandemia os principais critérios na escolha dos estabelecimentos alimentícios serão a higiene e a limpeza do local, prioridades para 85% dos entrevistados. O estudo também verificou que os consumidores gostariam que os donos de restaurantes investissem em qualidade e  hospitalidade e reforçassem a higienização dos locais.

O Selo Local Confiável foi criado exatamente para garantir o monitoramento das boas práticas sanitárias, utilizando a tecnologia para a retomada segura do comércio. A startup conta com uma equipe de especialistas para realizar a certificação via QR Code, permitindo que os clientes sintam segurança para visitar estabelecimentos. Saiba mais por meio do site.

Leia também: Confira as 8 startups que se destacam no combate ao coronavírus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *